Saúde

O que é Hérnia?

O que é Hérnia?

A hérnia da parede abdominal ocorre quando parte de um órgão (normalmente alças do intestino delgado) se desloca através de um orifício (chamado de anel herniário) na parede abdominal, causando alteração da forma do abdome.

Esse deslocamento somente é possível devido a pontos ou regiões de fraqueza na musculatura da parede abdominal (responsável pela proteção dos órgãos internos do abdômen). Esta fraqueza pode ocorrer em consequência de um problema congênito ou pode estar associada a condições que deixam a parede abdominal fragilizada e/ou aumentam excessivamente a pressão intra-abdominal, como cirurgia prévia, gestação, obesidade, idade avançada, etc.

A complicação mais temida das hérnias abdominais é o estrangulamento que ocorre quando o órgão que passa através da hérnia fica “preso” (encarcerado) no anel herniário. Nesta situação não há mais redução do volume mesmo com repouso. Se o encarceramento do órgão for severo a ponto de comprometer o suprimento sanguíneo (passagem do sangue), pode ocorrer necrose do órgão. O estrangulamento representa uma emergência cirúrgica, aumenta significativamente a complexidade da cirurgia e complicações pós-operatórias.

Quais os sintomas da hérnia?

Os principais sintomas das hérnias da parede abdominal são:

  • aumento de volume localizado principalmente quando o paciente faz manobras de aumento da pressão intra-abdominal e/ou exercícios físicos;
  • melhora dos sintomas com o paciente em repouso ou decúbito;
  • dor ou desconforto associado a aumento da pressão abdominal e/ou exercícios físicos;

Na maioria dos casos, a história clínica e exame clínico realizado por um médico experiente é suficiente para diagnosticar uma hérnia da parede abdominal. Entretanto, em alguns situações (pacientes obesos, hérnias pequenas, etc) pode ser necessário a realização de exames de imagem para complementar o diagnóstico. Tanto a ecografia como a tomografia de abdome podem ser uteis.

Quais os locais mais comuns?

As Hernias mais comuns são no Umbigo, Inguinal ou Femoral( Virilha) , Epigástrica( acima do Umbigo) e Incisional( decorrente de incisões por cirurgia pregressa)

A única forma de tratamento consiste na Cirurgia sobre a região afetada. Pode ser realizada por via Convencional( corte) ou por via Minimamente invasica( Pequenas incisões com aparelho de videocirurgia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat